Notícias

INFORMAÇÕES A RESPEITO DA QUESTÃO DO AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO

Prezados servidores e servidoras, nos últimos dois meses tentamos das mais variadas formas e propostas concretizar a questão do tão esperado Auxílio Alimentação dos servidores, pois como sabem a balança da Justiça Acriana acredita que os magistrados em razão de seus méritos merecem receber uma Verba Indenizatória Alimentar maior que "quase humanos" servidores. Nas últimas semanas nos mantemos em silêncio a respeito da questão - um silêncio muito proveitoso por sinal, que, em razão da inércia do TJ/AC, em razão do TJ/AC ter silenciado a respeito da questão após ALARDEAR AOS QUATRO VENTOS QUE ESTAVA ANTECIPANDO O AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO EM 18 MESES, decidimos protocolizar junto ao CNJ um PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS E CONTROLE ADMINISTRATIVO que tem como principal conteúdo a questão do Auxílio Alimentação e pontos "interessantes" a respeito da Resolução que repentinamente concedeu o Auxílio Alimentação em percentual para os magistrados. Normalmente que queremos resolver essa questão o quanto antes e manifestamos diversas ideias nas reuniões tentando flexibilizar formas de pagamento do Auxílio, possibilitar o TJ/AC pagar o mesmo, mas como os amigos sabem o TJ/AC silenciou após produzir matéria de uma nomeada antecipação do Auxílio que aos servidores só serviu para reduzi-los em sua dignidade, pois descobrimos que somos menos humanos que os magistrados e normalmente que os servidores exigem do sindicato da categoria posturas mais rigorosas, tendo em vista que nosso Sindicato hoje é respeitado por não fugirmos da luta e por tratar qualquer Desembargador ou Juiz como eles devem ser tratados - com o devido respeito que temos que nos dirigir a qualquer cidadão...NÓS NÃO FAZEMOS "RAPA-PÉS".

Comentários

SAULAVANTE MEUS AMIGOS A LUTA CONTINUA. PARABÉNS E FORÇA!
jeferson MagalhaesParabens ao sinticato por sua postura, não somos digno de ser alimentar com qualidade igual juizes e desembardores, para o tribunal não ???? então vamos ver opinião do CNJ e ver que eles haja, mas é isso não podemos nos comformar com a opinião do TJ/AC
Raimison N. PassosA verdadeira justiça será feita, com certeza a decisão do CNJ será plausível a acabará com essa falta de respeito com os servidores!
Carlos Diniz de Araújo FernandesAcredito que e uma das melhores armas para combater as injustiças e as desigualdades existentes no Poder Judiciário está na comunicação feita com ética e transparência.

Enviar comentário

Nome

E-mail

Comentário

Código de segurança

•  Leia outras notícias
Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Acre
Rodovia AC-10, KM 01 - Bairro Alto Alegre - Rio Branco / AC
Fone / FAX: (68) 3224-8842  /  sinspjac2@gmail.com