Notícias

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Prezados servidores esta nota tem como destinatário não o servidor, mas a população. Ocorre que a atual gestão do Tribunal de Justiça parece CONFUNDIR INFORMAÇÃO COM PROPAGANDA. O Tribunal de Justiça publicou em seu site uma informação que no mínimo ressoou como PROPAGANDA, quando em matéria informou que OS SERVIDORES TINHAM RECEBIDO 20% DE AUMENTO EM SEUS SALÁRIOS - esta informação está equivocada. Apesar de ao decorrer da matéria haver uma tentativa de dirimir o equívoco grafado no título da matéria, os jornais locais reproduziram maciçamente a informação, passando uma falsa ideia de um incrível aumento, porém sem ter o cuidado que se trata TÃO SOMENTE DO REPASSE DA 3ª PARCELA DO PCCR DOS SERVIDORES, e que os 20% são correspondentes a diferença do salário base antigo dos servidores em relação ao novo salário base que será integralizado na medida que as parcelas do PCCR forem pagas, e que esses 20% da diferença no salário de alguns servidores não é nada mais que 70 reais. Sabemos que teremos que repetir esta informação todas as vezes que houver o pagamento de uma parcela do PCCR, mas parece que a PROPAGANDA infelizmente está se tornando a tônica das matérias do site do Tribunal de Justiça, por via das dúvidas, de forma irresponsável o TJ/AC publicou no final de janeiro que a Gestão Antecipou em 18 meses o Auxílio Alimentação - e até agora, restou tão somente o silêncio, a falta de zelo e a irresponsabilidade de uma instituição tão conceituada e de uma Gestão que incoerentemente confunde INFORMAÇÃO COM PROPAGANDA. A Gestão do Desembargador Roberto Barros está cambaleante e os problemas não são só na comunicação com o público externo, pois nem mesmo os ar-condicionados de alguns fóruns das Comarcas do interior o TJ/AC está dando conta de consertar. Primamos pelo bom relacionamento com o TJ/AC, mas infelizmente existem coisas que precisariam ser melhor explicadas, tais quais: Porquê que no Portal da Transparência o salário informado é o do PCCR já integralizado, embora os servidores ainda não recebam tal salário base? Que providências o TJ/AC está tomando para resolver o problema do FÓRUM DE FEIJÓ? (QUASE 4 MILHÕES DE REAIS LITERALMENTE JOGADOS NA LAMA, QUANDO O FÓRUM ATUAL ESTÁ EM PÉSSIMAS CONDIÇÕES); Como o Tribunal conseguiu simplesmente perder diversos processos de requerimento da Gratificação de Capacitação (PROCESSOS SOBRESTADOS)? Como o TJ/AC paga o maior auxílio alimentação do país para magistrados - 1139,00 (Hum Mil Cento e Trinta e Nove Reais) - e quer oferecer apenas pouco mais 136,00 (Cento e Trinta e Seis Reais) para os servidores, quando na maioria dos estados o mesmo valor pago aos magistrados é pago ao servidor? Como o TJ/AC comete a irresponsabilidade de publicar uma antecipação de um Auxílio Alimentação em 18 meses sem antes fazer uma proposta digna e razoável de valor do Auxílio Alimentação para os servidores? E quando a Presidência do Tribunal de Justiça vai tomar uma atitude em relação ao Fórum Barão do Rio Branco? Porquê que o Tribunal não informa que o mesmo está com problemas sérios na estrutura e está colocando a vida de servidores, magistrados, advogados e da população em risco? É senhores, parece que a Gestão do Desembargador Roberto Barros tem muitas perguntas para dirimir e responder a população - isso é informação, esclarecimento e não propaganda.

Comentários

Rosa Maria de Souza BarbosaE ainda fazem gozação com os servidores " valorizar o nosso maior patrimônio" não tiveram disponibilidade para resolver o auxilio aliementação mas tiveram para receber senador e escolher e nomear mais dois desembargadores, está ai o motivo da proposta de 136,00 de auxilio.
RobertoFaltou falar que fizeram um concurso para servidores já faz mais de num ano e não chamaram ninguém.
Carlos Diniz de Araújo FernandesAcredito que e uma das melhores armas para combater as injustiças e as desigualdades existentes no Poder Judiciário está na comunicação feita com ética e transparência.

Enviar comentário

Nome

E-mail

Comentário

Código de segurança

•  Leia outras notícias
Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Acre
Rodovia AC-10, KM 01 - Bairro Alto Alegre - Rio Branco / AC
Fone / FAX: (68) 3224-8842  /  sinspjac2@gmail.com